o primeiro mês da nossa bela Isabella

Produzida no Vietnã, nascida na Coreia do Sul e, em breve, transferida pros Estados Unidos. 

Mais internacional que isso até é possível, mas é difícil encontrar. Meu bebê temporão, acidente de percurso, descuido de férias de verão hoje completa um mês de vida fora da barriga. Parece que foi ha um ano, mas parece também que foi ontem. 

Meu último rebento, a raspinha do tacho que, cá entre nós, apesar de não dormir durante o dia e viver plugada no peito, é meu recém nascido mais fácil/calminho. É a primeira vez que um bebê meu fica acordado na boa sem chorar. 

To cansada? To. Exausta. Queria dormir uma noite inteira? Não só uma noite, mas um dia inteiro também. Mas isso ainda vai demorar um pouquinho para acontecer. 

O fato é que já não consigo lembrar da nossa vida sem nossa bela Isabella, que há um mês vem movimentando a casa, mudando tudo de lugar, bagunçando a agenda, desfazendo programações e mostrando quem manda no pedaço. 

Mal completou um mês de vida fora da barriga e já começou a nos presentear com os sorrisos banguelas mais lindos! Ver nossa pequena sorrindo me faz transbordar de felicidade, me deixa com os olhos rasos d’água e um tremendo nó na garganta de tanta emoção. 

Mas nem só de alegrias vive uma mãe… casa vez que a pequena chora por causa de algum desconforto, quase choro junto com ela. Não é algo que aconteça com frequência, graças a Deus, bate na madeira, mas me dá um desespero digno de mãe de primeira viagem. Aliás, amanhã será dia de vacina. BCG e hepatite B, acho. Algo me diz que vou chorar maus do que ela. 

Aqui as coisas são meio diferentonas, o bebê não tem consulta com pediatra nem family doctor, a menos que haja necessidade. Isso me deixa um pouco insegura, queria um acompanhamento mais de perto nesse começo, pra ter certeza que está tudo bem… especialmente porque vamos nos mudar pro outro lado do globo muito em breve. Por isso, decidi marcar uma consulta com uma pediatra. Por isso e também porque ela tem uns episódios que freak me out com a respiração super estranha, como se estivesse engasgada ou faltando ar. Nunca vi isso. Começou eventual ainda na primeira ou segunda semana de vida, e vem ficando mais frequente, especialmente durante a madrugada. To bem tensa com isso. Sem falar que, apesar de mamar direitinho e de estar aparentemente tudo certinho, minha pituquinha ainda tá bem magrelinha 😦 Fui rever as fotos dos meninos com a mesma idade e fiquei preocupada. Melhor checar. 

Anyways, que venham os próximos meses e que eu tenha energia pra curtir cada instante e paciência para superar cada fase difícil. Amém!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s