39 semanas – spring has sprung

Oh my, oh my!

Já são 39 semanas de pança, 39 semanas carregando nosso terceiro rebento, o quinto elemento da nossa not so little family.

Domingo, aproveitamos o belíssimo dia de sol e ar moderado para apreciar as cerejeiras na Seoul Forest e, claro, com aquele background maravilhoso, rolou meio que de improviso, um ensaio da barriga feito com muito amor pela vovó que, cá entre nós, tem um olhar magnífico para fotografia.

Eu tava sem maquiagem, com o cabelo meio sujo, cara de exausta (carregar o barrigão não é moleza, não!), olheiras de panda, usando um vestido que tem quase uma década, mas ainda assim, as fotos saíram graciosas, graças à sensibilidade, olhar e composição da vovó.

Passamos uma tarde bem gostosa cercados do ar primaveril das cerejeiras. Se este tiver sido meu último fim de semana grávida, ficarei feliz, foi muito bem aproveitado, vi enfim o florescer da nossa última primavera coreana. E, melhor, sem precisar de casaco!

Os registros desse meu ensaio, deixarei para um próximo post. Ainda estou selecionando as favoritas 🙂

Na segunda-feira, aproveitando o embalo das cerejeiras, fomos saçaricar cazamiga no Yeouido e, gente, como está deslumbrante aquele parque.

Inspirada pelo dia anterior, saí novamente de vestido, só que mais levezinho. Quase morri com o vento gelado que pegamos. A inteligência rara aqui não se tocou que apesar da previsão ser de céu azul e temperatura amena, estávamos saindo de manhã, quando é sempre mais frio. O tempo só foi esquentar após o almoço. Mas valeu a exposição – contanto que eu não pegue um resfriado, arrependimento zero, rs

A consulta desta semana (se Deus quiser, a última antes da chegada do bebê) está marcada para sexta-feira, que será também o dia de conhecer minha doula. Resta saber se baby vai esperar até lá. Tudo indica que sim, mas vai saber, né? Tantas coisas foram diferentes com esta gestação que não me surpreenderia muito e até me agradaria se baby chegasse antes da data prevista.

Pra mim, de tudo o que foi/tem sido diferente, o mais estranho é a total ausência da fase de “nesting”. Toda aquela urgência em deixar tudo pronto pra chegada do bebê foi algo que não experimentei at all durante esses 9 meses. Logo eu, que vivo nesting! Mas atribuo isso a nossa mudança que não tardará acontecer. Meu inconsciente deve ter trocado uma ideia com meus hormônios e juntos decidiram pegar leve, afinal de contas, do que adianta toda aquela ansiedade para arrumar o ninho se ele terá que ser desmontado num piscar de olhos, não é mesmo? O importante é que o básico está pronto: baby tem roupas, fraldas, trocador, banheira e bassinet esperando por ele. E claro, uma família inteira ansiosa por sua chegada.

Eu, só agora, estou começando a sentir uma pontinha de ansiedade por conta da incerteza de como será o parto. Bebê grandão, histórico não muito animador de “deliveries”… Já cheguei a pensar em suspender o lance todo do parto natural e marcar a tal da cesariana. Lá no fundo, muito embora o médico diga que o quadro todo é bem positivo, começo a ter um medinho de algo dar muito errado. Mas talvez isso seja apenas pensamentos insanos de uma grávida de 39 semanas, às vésperas de entrar em trabalho de parto. Na verdade, o que me impede de jogar todo o planejamento pro alto é o fato de VBACs serem mais aconselháveis/seguras do que cesarianas repetidas. Mas que dá um medinho, ah isso dá. Até porque, não existe a possibilidade de gritar por uma epidural na hora do desespero. Ou vai a seco, ou vai pra faca de emergência.

Anyways, falta menos de uma semana para a data prevista. Quando será que baby chega? Será menino ou menina? Ah, e por falar nisso, Nickito, noutro dia, cansou da minha indecisão e decidiu o nome caso seja uma baby girl: Alice (apelido: Lily). E disse que o assunto estava encerrado. De fato, Alice estava no topo da lista das possibilidades. Era o favorito também do Vivi… Só eu que estava encrencando, por não curtir a pronúncia in English. Mas vamos ver. Se for menina e tiver cara de Alice, assim será. Mas sempre pode me dar a doida na hora e mudar de ideia completamente.

Por enquanto, sigo comendo comida apimentada, caminhando, subindo escada, tomando duas xícaras de chá de folha de framboesa e comendo 6 dates por dia (depois desta gestação jamais comerei dates novamente!), esperando baby dar o ar da graça.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s