Então foi Natal

Este ano, pela primeira vez, passamos o Natal na Coreia. Como são pouquíssimos os brasileiros que ficam por aqui nessa época do ano, reunimos os gato pingados na casa de uns amigos e fizemos uma ceia brasileira na véspera de Natal.

Éramos 3 famílias, 7 adultos, 5 crianças e uma puppy, que entre bate-papo, risadas, comilança e brincadeiras, tivemos uma noite deliciosa. Tão deliciosa que só lembramos de tirar fotos no final :O|

E na manhã de Natal, o já tradicional abrir de presentes, desta vez com a presença ilustre da vovó que tratou de mimar os moleques não apenas com sua presença e atenção constantes, mas também com os brinquedos mais divertidos: uma mini mesa de totó, um jogo de dardos e um daqueles sacos de boxe. Diversão garantida pra família toda durante o break de inverno.

Papai Noel também mandou bem e garantiu a alegria da garotada. Nosso presente este ano se resumiu a um xBox novo que, cá entre nós, tem sido mais utilizado pela criança maior da casa (AKA papai), que resolveu fazer um recesso no trabalho e desenvolver seus skills nos joguinhos de corrida de carro 😛

Agora, estamos aguardando o Ano Novo começar para voltar à vida normal: crianças na escola, marido no trabalho, vovó se ocupando com tecidos, agulhas e linhas e eu terminando as pendências de 2018 (como por exemplo selecionar e imprimir as fotos de família dos últimos SEIS anos!!!!), para então poder me dedicar ao enxoval do nosso terceiro elemento que, até agora, só ganhou presentinhos da vovó e de duas tias postiças, rs A mamãe mesmo ainda não comprou um alfinete!

E por falar em pendências, antes do bebê chegar, ainda tenho que parir (em parceria com minhas sócias) o livro de encerramento da Oca que necessariamente precisa ser finalizado até março. Será que vou dar conta?

Dois mil e dezenove promete ser beeeeeeeem conturbado, não pela chegada do baby em si, mas por toda a mudança pro outro lado do mundo, sem casa, com dois molequinhos agitados de férias e com um bebê recém nascido a tiracolo, tendo que resolver um zilhão de coisas, que eu não vou nem listar aqui para não aumentar os níveis de estresse.

O que eu sei é que o ano será tão cheio, que não vou nem me atrever a listar resoluções de Ano Novo, tampouco as coisas que quero/pretendo fazer. Na verdade, minha maior pretensão/desejo para 2019 é sobrevivermos com saúde e disposição a todas as grandes mudanças que nos aguardam.

Pra não dizer que não tenho planos para o ano que vem, diria que minha grande ambição para 2019 é estarmos todos bem, saudáveis e confortavelmente instalados em nossa nova morada. Se essa morada puder ser própria, melhor ainda. E se rolar um Natal “lá em casa”cercado de amigos e família, o ano terá sido puro sucesso.

Mas por enquanto, sobreviver com saúde a 2019 é minha grande ambição 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s