Faringite e Halloween

Já no final da semana passada, peguei uma baita faringite. Começou na quarta à noite com aquela sensação de caroço num lado da garganta e a partir daí foi ladeira abaixo.

Na quinta à noite, já não conseguia engolir nada sólido, então jantei sopa de alho com alho frito e couve refogada. Overdose de alho para só depois descobrir que grávidas não devem comer mais do que 4 dentes de alho por dia. Eu comi uma dúzia.

A garganta deu uma leve melhorada, mas surgiu um pigarro – talvez porque eu estivesse começando a expectorar – que acabou por me deixar  rouca (com dia o Vivi, com a voz do Darth Vader) e a garganta bem arranhada.

Amanheci pior na sexta e resolvi começar a tomar água com limão e em seguida uma colherada de mel com própolis. Estava evitando o própolis por causa do álcool, mas é tão pouco e meu desconforto estava tão grande que achei que valia a pena começar. Troquei uma ideia com papis e ele não apenas recomendou que tomasse para a gripe, como que continuasse tomando diariamente como medida preventiva, para aumentar a imunidade, que fica tão prejudicada durante a gestação. Incrível como mesmo aos 40 anos, a gente ainda procura e segue as recomendações de pai e mãe, não é mesmo? 🙂

O fato é que, coincidência ou não, comecei a melhorar. No sábado de manhã já estava tão melhor, que decidi ir à Festa de Halloween que estava programada há semanas.

a7188c2f-9c04-4a38-9672-f61ff0344c9fc9019e92-3efd-4fd4-9f22-48df42020dc87e82a156-69a0-4d60-a358-02c408e34b615a7f5e6e-a42d-4beb-bb2c-27112cf3d7cc

Festa só de adultos, na casa da Naira, nossa matriarca/anfitriã/organizadora de eventos brasileira na Terra do Kimchi 🙂

Deveria ter ido? Não, não deveria. Afinal, tava doente e grávida, maaaaas… fui assim mesmo. Como estar se sentindo melhor e não aproveitar a oportunidade singular de sair sem as crianças pela primeira vez na Minha Vida Coreana??

Fui. Aliás, fomos, eu e marido. Dançamos, pulamos, comemos muito bem, rimos, conversamos, nos divertimos como há muito não fazíamos. Festão mesmo! Com decoração temática, fantasias, luzes, DJ e seleção de músicas perfeita!

1322116e-f961-47a7-b7d4-9009b8460a51

Senti falta de beber um vinhozinho (gravidinha não pode), mas mesmo sem calibrar (eu sempre digo que sou uma dose abaixo, rs) me acabei. Pensando bem, foi até bom eu não ter bebido, senão, certamente teria perdido a linha na pista. Já imaginou o vexame? A barriguda no chão chão chão? hahah Ai ai…

3aaa58a1-8c65-459a-a89a-162d98198a7f

A festa estava maravilhosa, mas fomos os primeiros a ir embora por motivos: a voz sumiu completamente. A minha e a do marido. Não restou nem uma rouquidão pra contar história. Só um leve e distante e forçado sussurro.

7c9cfb27-f606-4138-a879-f777382473a9b2689af5-6d84-4556-99cc-9be825044bdfb5455f0e-7596-49b9-bbe3-0f14a566ff2cc191bef3-25d5-4144-bd22-117b28d5b260

Partimos antes que virássemos abóbora 😛

Passei uma noite péssima, com muita dor de garganta, nariz entupido, tosse, mas sabe de uma coisa? Não consegui me arrepender. Nem um pouquinho.

Hoje passei o dia lerda, repousando. Acordei, comi e voltei a dormir. Acordei novamente, belisquei um lance e fiquei de bobeira no sofá. Agora tenho que reunir meus caquinho e improvisar um jantar. Aliás, tenho vivido de improvisos, né? Improvisei as festinhas de aniversário dos meninos, vivo improvisando (tirando da cartola) jantar, improvisei até, no último minuto, minha fantasia de gatinha prenha pro Halloween: fiz duas orelhinha de papel, colei triângulos de fita isolante branca em luvas pretas, vesti um colete felpudo, ouricei a cabeleira, fiz uma face painting muito fajuta, amarrei uma faixa preta pra servir de rabo de gato e fui. Toda trabalhada no improviso. Não gastei um centavo na produção. Quem me viu e quem me vê, rs

Ah, e claro, o segredo da barriga vazou. Marido bocado não se conteve e saiu contando pra Deu s e o mundo. Pegava as pessoas e apontava pra minha barriga. As pessoas ficavam na dúvida, achavam que era pegadinha. “Pô, tô tão velha assim? rs”(oh well).

Segundo ele, a barriga tá muito grande e aparentemente, ele estava bem preocupado com a possibilidade de estarem me achando gordinha, então resolveu  colocar as cartas na mesa. E assim, aqui na Coréia, a gravidez não é mais segredo. Mas ainda vou aguardar a próxima consulta (das 20 semanas) para tornar a informação pública nas redes, pros amigos no Brasil e os espalhados pelo mundo. Falta só mais um pouquinho, só mais um mês até estar na metade da gestação e, enfim, liberar a “novidade”- que já não é mais novidade faz tempo, rs


Em tempo: Ainda não sinto o bebê mexer, mas já já muito tempo sinto os famosos “durinhos” na barriga. Especialmente pela manhã ao acordar, ainda deitada, e à noite. Sinto a pressão de uma bolinha durinha, ainda bem abaixo do umbigo. Esta gestação está sendo totalmente diferente das anteriores. Não sinto nem as “cosseguinhas” que costumava sentir. Realmente, só vou começar a curtir a gestação quando as menininhas começarem. Can’t wait. Estou super precisando curtir esse momento antes que acabe. Afinal, não há dúvidas de que este será o último rebento 🙂

Dessa vez é sério, rs.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s