Os 8 anos de Nickito

Meu little boy fez oito aninhos. Meu Deus, como o tempo voa, como passa acelerado. Noutro dia mesmo ele completava 3 anos, ainda com todos os dentinhos de leite. Ô tempo cruel, inimigo da mães sofredoras que temem o dia em que olharão em volta e verão o ninho vazio, silencioso.

Eh… a gente reclama do barulho, da algazarra, do fuzuê, mas a verdade é que só de pensar no silêncio, a lama dói.

Como de costume, tivemos, no dia do aniversário, aquele parabéns esperto que, desta vez, não foi com bolo, mas pudim de leite, a pedido do aniversariante que não é lá muito fã de bolo.

p1100888img_4822IMG_4847

img_4848

Como este ano o aniversário caiu num sábado, começamos o dia saindo para tomar um brunch com direito a waffles e sorvete, aquela comilança! À noite ainda rolou um vietnamita básico, porque o garotinho estava saudoso das férias, rs Para encerrar o dia, parabéns com pudim, brigadeiros e beijinhos, atolando completamente, não um, mas os dois pés na jaca.

img_4851img_4835img_1962img_1958img_4829

O pior é que a temporada de celebrações está apenas começando…

No fim de semana seguinte, foi a festinha de aniversário que, este ano foi diferente: nada de play center overpriced, nem de muitos convidados. Nickito pediu uma festinha íntima, em casa, pros 5 amiguinhos que ele escolheu a dedo. Na verdade, desconfio que ele só queria chamar dois desses cinco, mas percebeu que a festa não ia ficar com cara de festa, então ampliou um pouquinho a lista, rs

Começamos com atividades no playground perto de casa, onde eles jogaram futebol, queimado, brincaram de pique, water gun e water balloons. Uma farra boa que ainda contou com a participação do nosso animador mirim de festas, Vivisauro – esse menino nasceu para o entretenimento. Tô pra ver moleque mais carismático. Tão carismático que a gente precisa ficar regulando para não roubar a cena, para não se sobrepor ao aniversariante (detalhe: a coisa é tão séria que Nickito nem queria convidar o irmão pro seu aniversário, alegando que todos os amigos iam ficar seguindo o Vivi, rs).

p1100931p1100933p1100922p1100917p1100936p1100958p1100908p1100899p1100974

Anyway, depois de muita brincadeira, estendi uma toalha de picnic no chão e servimos pizza, chips, pipoca e, atenção, re-fri-ge-ran-te, aquela coisa que a gente só compra pra festinha de aniversário, rs

As crianças estavam em êxtase, rs

A segunda parte da festa foi em casa, com uma sessão de videogame e, por fim, o parabéns, dessa vez, com bolo de verdade e o repeteco de beijinhos e brigadeiros. Claro que as crianças coreanas nem tocaram no bolo. Nem sei pra que eu servi…

p1100984p1110011p1110012p1100992p1110015p1100994p1110020p1110018p1110017

Aqui na Coreia, o bolo de aniversário só aparece na hora do parabéns e depois some. Não é cortado e servido. Muito estranho. Nickito uma vez, perguntou pra mãe do aniversariante quando iriam comer o bolo e ela, desconcertada, deu um cake pop pra ele e o caso ficou por isso mesmo, rs. Coisa de coreano.

No apagar das luzes ainda esvaziaram todos os balões de hélio, para ficar com voz engraçada. A molecada se divertiu. Aliás, impressionante como criança precisa de pouco pra se divertir.

Esta foi, de longe, a festa (bom, tava mais para playdate na verdade, rs) mais barata que já fizemos e no entanto a criançada se divertiu à beça.

Anyway, a festinha foi um sucesso, mas sobrou foi doce, hein! A molecada nem sabe o que é brigadeiro. De todos os convidados, só o peruano mergulhou nas iguarias brasileiras, os demais se restringiram aos industrializados. Não sabe o que perderam, rs.


Em tempo, deixo aqui registrada a minha mensagem de aniversário pro pequeno:

Hoje é dia dele, meu bichinho pequenininho, que já nem é mais tão pequenininho assim.
São 8 anos nos garantindo dias cheios de emoção (de todos os tipos rs). Ele que diariamente desafia cada miligrama da minha sanidade e mede cada centímetro da minha paciência. Ele que consegue ser mais teimoso do que o pai e a mãe juntos e ainda assim é a criatura mais fofa, amorosa, carinhosa e gentil da face da Terra. Ele que é um verdadeiro turbilhão de emoções e que faz com que nossa vida seja tudo, menos monótona.
Ele que adora tirar fotos, viajar, escrever e ilustrar suas histórias. Ele que adora restaurantes étnicos, que se emociona ao ver uma paisagem bonita ou uma flor diferente. Ele que tem uma alma sensível e um gênio absolutamente indomável. Ele que não é fã de bolo, não liga pra brigadeiro mas se deixar, cai dentro do “pudinho” e do beijinho já no café da manhã. Ele que é complicado e perfeitinho, o quarto elemento da nossa happy family. Ele que será para sempre meu bebê, eternamente meu baby Nick.
Parabéns, meu amorzinho. E não se preocupe com o tempo que “passa muito rápido”, porque nossa caminhada juntos será longa e cada vez mais feliz!
Happy Birthday, little guy! ❤️
.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s