A força de um desejo

Já faz uns dias que eles chegaram. Chegaram sob a forma mais inusitada, mais inesperada. Estou desejando desesperadamente comer pão com manteiga na chapa, acompanhado de café com leite. De onde veio isso, pelo amor?!! Nem na época em que eu consumia glúten e leite de vaca indiscriminadamente eu tinha esse desejo. Aliás, nunca fui fã de café com leite. Há milênios não sinto vontade de comer pão. Milênios! Estava completamente over it, não sentia a menor vontade. Até quando acontecia de irmos comer um hambúrguer, eu comia sem pão, não por princípio ou compromisso, mas por falta de interesse mesmo. E agora to aqui, me contorcendo de vontade, uma vontade arrebatadora, desesperadora de comer pão. Com manteiga. Na chapa. Acompanhado de café com leite (de vaca). 

Ó céus. O que fazer?

Sucumbir ou não sucumbir à força de um desejo?

——-

Atualizando: sucumbi. Marido saiu pra comprar pão e manteiga (porque em casa não tem dessas coisas) e preparou uma fatia pra mim. Quando terminei minha sessão de meditação, estava lá, do meu lado, o objeto de desejo. Comi não uma, mas duas fatias (fiz a segunda na sequência) de pão de forma normal com manteiga normal na chapa normal 🙂 e to sorrindo de orelha à orelha. Não tomei café com leite, maaaaas comi também queijo com goiabada. Porque se é pra nadar na lama, eu aproveito e abraço o jacaré. Prontofalei. Só espero que meu corpo entenda que isso não pode se tornar um hábito, não pode fazer parte do meu dia a dia, até porque, glúten é um treco do mal. Você come uma torrada e daqui a pouco tá com vontade de comer pizza. Hmmm pizza…. 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s