360 graus

E essa friaca que não larga a gente, hein? Chega o outono novamente mas não chega a primavera.

Este ano, tá tudo meio louco. As flores atrasadas por conta da poluição e o clima, volta e meia, insiste em esfriar como se ainda inverno fosse. Neste fim de semana, muito embora o céu estivesse lindamente azul e o ar surpreendentemente despoluído, o vento frio cortava a alma.

No sábado, na tentativa de dar uma voltinha ao ar livre e respirar sem medo o ar puro que nos cercava, saímos de casa para o que seria nosso passeio-frustração. Entre desistência de parar em estacionamento caríssimo em Insadong até, tentativa mal sucedida de ir ao museu, foram 4 estacionamentos que visitamos, para só sair do carro, por 5 minutos, em uma das vezes. Tentamos primeiro passear pelas ruas de Insadong, mas ao avistar o valor da hora, resolvemos dar meia-volta, entrar no carro novamente e procurar uma outra parada. Na sequência, decidimos parar no estacionamento do Museu de Arte Moderna e Contemporânea e dar uma voltinha pelos arredores.

IMG_0443

Que friaca, meu Deus! Que vento gelado! Voltamos correndo pra dentro do Museu e estávamos quase comprando ingressos quando olhamos pro relógio e vimos que já passava das 5 da tarde, ou seja, se saíssemos dali e fôssemos almoçar primeiro (sim, almoçar!), quando voltássemos poderíamos visitar o Museu “diGrátis”, já que após às 6pm o ingresso era gratuito 😛

E lá fomos nós pro nosso terceiro estacionamento do dia, na Universidade (trabalho do marido), para experimentar um indiano que tem lá perto. Desta vez nem saímos do carro, demos meia-volta e saímos, porque estacionar ali, significaria ter que andar na ventania até o restaurante, coisa que eu definitivamente não queria fazer com nosso menino asmático que acabou de sair de uma crise.

Decidimos então ir ao Hummus Kitchen, um middle eastern restaurant que eu to querendo tentar faz tempo (e tem estacionamento no prédio). Mais um estacionamento pra lista do dia, o quarto, que entremos, demos meia-volta e saímos. Por quê? Porque quando estávamos quase estacionando, resolvemos que estávamos com muita fome e só um restaurante Brasileiro (leia-se Churrascaria rodízio) poderia nos saciar àquela altura. Restaurante esse que fica do lado de casa. Toinhoinhóin.

IMG_0432

IMG_0441

Rodamos, rodamos e voltamos pro ponto de partida. Após nossa maratona de estacionamentos, fomos almoçar jantar no nosso bom e velho Ipanema Grill, onde, detalhe, havíamos jantado na noite anterior. Somos desses.

Pra não dizer que o sábado foi perdido, apreciamos brevemente a primavera à noite nas ruas da queridinha Sinchon. Rendeu mais uns cliques. Melhor que nada, né?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s