Como vai minha vida de mãe ativa na escola?

Vai intensa. É um tal de ir de cá pra lá e de lá pra cá, que eu vou te contar. Vivo com o pé na rua, o que it’s okay, enquanto o inverno não chega, mas e quando ele chegar?

Desde que os meninos ingressaram na escola, ainda na Austrália, sempre soube que um dia eu teria que ser mais ativa, mais participativa, sempre senti que, sendo uma mãe que não trabalha fora, ou seja, que tem flexibilidade total nos horários, devia isso a eles. Depois que nos mudamos para Coréia, a cobrança se intensificou, especialmente por parte do Vivi, não apenas para participar, mas para ser “THE mom” responsável pela turma. No caso, pelaS turmaS, porque não existe a menor possibilidade de fazer isso por um filho de cada vez. Não gosto nem de pensar na encrenca que seria.

P1090538

Pois bem, lá fui eu e, olha, não imaginei que fosse dar tanto trabalho, especialmente a turma do Vivi, onde eu não tenho uma outra mãe para dividir a organização dos paranauê comigo. Tô lá voando solo, totalmente responsável por organizar, recrutar e administrar os pais todos. Tá intenso.

P1090543

Semana passada, fui ao colégio na quinta para atividades de craft na turma do Nickito (que foi até bem tranquilo) e na sexta para host o Character Tea da turma do Vivi. Claro que contei com o auxílio de outras mães que gentilmente se voluntariaram para levar snacks and tea para o evento, então apesar de ter passado a manhã quase inteira lá, pude  assistir a criançada em ação e também fotografar e filmar, porque, obviamente, não poderia deixar de mandar uma apresentação pra mães que não estiveram lá. Chegando em casa, fiz um videozinho no iMovie e mandei pra galera. Sou uma representando de turma dedicada, rs e esse é o meu problema… quando me proponho a fazer uma coisa, qualquer que seja, me entrego de corpo e alma. Comigo não tem meio termo.

IMG_6201

Mas sabe de uma coisa, a experiência, apesar de mais intensa do que eu esperava, está sendo bem positiva, estou finalmente conhecendo as mães, batendo papo, sabendo mais sobre a Coréia e descobrindo um mundo novo. O problema é que, como toda moeda tem coisa lados, junto com o lado bom vem também o ruim… Qual é o lado ruim? Eu te conto:

IMG_6185

O lado ruim é ter que lidar, diplomaticamente, com pessoas sem noção, pessoas que são gente boa, mas não têm social skills, sabe? Vou ilustrar com dois exemplos simples e ligeiros, que aconteceram na sexta passada:

Pessoa sem noção 1: estávamos conversando, eu e duas outras mães, uma coreana, outra israelense. A mãe coreana vira para a israelense e diz:

– Fulana! Há quanto tempo!! Wow, você está grávida??

(neste momento, eu gelei)

– Não, é gordura mesmo (respondeu a Fulana, meio sem graça)

Em vez de mudar o assunto e tocar a vida, a mãe sem noção insistiu:

– Nossa, sério??? Mas você era tão magrinha, o que aconteceu?

(e eu já com dor de barriga, sem saber onde enfiava a minha cara, com vergonha alheia no nível máximo, por aquela pessoa sem noção)

E a conversa ainda durou uns 5 minutos, com a mãe coreana insistindo e a israelense se explicando, dizendo que tinha ganho 10 Kg aqui na Coréia (o que, cá entre nós, não é da conta de ninguém!), dizendo que tinha entrado pro Pilates e tal… uma situação horrorosa que só foi interrompida quando eu aproveitei a deixa do Pilates para pedir o nome do estúdio e desenvolver o assunto.

Olha, suei frio, viu? Mas os eventos sem noção não terminaram aí… Por sorte(?), não tive que passar pelo constrangimento no local, mas meu nome rolou na boca do sapo, 10 segundos após eu virar as costas.

Vamos à pessoa sem noção 2:

Ao final do Character Tea, me despedi da professora do Vivi e da turma, ganhei um abraço de urso agradecido e parti.

Mais tarde, quando os meninos chegaram em casa, Vivi veio correndo me contar que assim que eu virei as costas, a professora virou pra ele e perguntou, em frente da turma toda, em alto e bom som:

– A cor do cabelo da sua mãe é: (1) natural, (2)ela pinta, ou (3) ela apenas cobre os brancos?

Quem. Merece. Pelo. Amor. De. Deus???? Pinta para cobrir os brancos, filha duma égua? hahaha

Sim, eu pinto mesmo para cobrir os branco, mas quem, em sã consciência, pergunta isso para um aluno, em frente a turma toda, meodeos?!

Resposta: uma pessoa sem noção, claro.

Em pensar que o ano está apenas começando…

Que Deus me ajude a não dar uma patada em alguma sem noção…

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s