Coisas de Coréia…

Noutro dia, maridinho saiu de casa para comprar pão. Pão artesanal, de fermentação natural que, em tese, tem o glúten “digerido” durante o processo de fermentação prolongada e portanto, na prática, não me faz sentir mal.

Anyway, a padaria que vende esse pão fica mais distante, uns 10 minutos andando, o que seria a distância perfeita, não fosse o temporal que começou a desabar no momento em que ele estava saindo da padaria, claro, sem guarda-chuva.

O cara da padaria, sem hesitar, ofereceu-lhe um guarda-chuva:

marido: obrigado, mas não precisa… senão vou ter que chegar em casa e voltar aqui pra te devolver…

carinha da padaria: não precisa… devolve outro dia, quando estiver passando por aqui.

Assim é a Coréia. Assim são os coreanos.

E não foi a primeira vez que isso aconteceu.

Ano passado, recém chegados aqui, saindo de um restaurante, caiu aquele pé d’água. O rapaz do restaurante insistiu para que levássemos o guarda-chuva, mas nós ainda não estávamos acostumados à cortesia e gentileza coreana, então, em vez de aceitar a oferta, agradecemos e fomos de baixo de chuva mesmo.

Olhando em retrospectiva, foi até meio grosso da nossa parte, né?

Mas agora já sabemos.

Eu que estava acostumada a ter o guarda-chuva “roubado”, agora vivo num país onde a integridade é tão inquestionável, que emprestar um guarda-chuva sabendo que o terá de volta é regra.

Dois vivas para a Coréia 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s