Sobre o que aconteceu com meu blog australiano

img_1011

O The Jump Of The Kangaroo, assim como o HomeSweetener, foram invadidos por hackers.

Tentei, inúmeras vezes, me livrar dos safados, mas não obtive sucesso. Eles sempre voltavam.

Cansei. Cansei de lutar contra eles. E também me recusei a pagar uma fortuna para empresas de segurança aproveitadoras, para manter meus bloguinhos pessoais livre dessas pestes.

Para mim, blogar sempre foi um misto de hobby e terapia. Usava meus blogs não só para registrar minhas histórias, meus momentos, minhas alegrias, minhas crises, mas também para compartilhar ideias, passar receitas, publicar um DIY… Tudo no espírito blogueira das antigas.

“Blogo” há mais de 12 anos por puro prazer. Inevitavelmente, outras coisas nasceram dos meus blogs. Conheci muita gente, ganhei clientes, até sócias :). Tudo foi acontecendo de uma maneira muito natural, orgânica. Nunca fui blogueira bombada, mas tinha público cativo, tanto no The Jump (sucessor australiano do americano Um em Dois), meu blog de vida, quanto no HomeSweetener, meu blog de decor.

Me partiu o coração ter que deixá-los ir, especialmente o The Jump, que guardava tantas histórias dos 7 anos que moramos na Austrália. Mas não valia a pena me aborrecer ainda mais com isso. Meus blogs self-hosted começaram a me dar mais dor de cabeça e estresse do que prazer. Estava pagando para me aborrecer.

Perdeu o sentido.

Até que nos mudamos para a Coréia e, como escrever é para mim uma necessidade, resolvi tentar uma opção com bem menos exposição e muito mais segurança: um blog no wordpress.com no modo privado.

E aqui estou eu. Já são seis meses, cerca de 90 desabafos posts. Coisa pra caramba, né? 🙂

O que me deixa um pouco triste é ter sido obrigada, pelas circunstâncias, a partir pro modo privado. Não porque eu seja do tipo que gosta de aparecer (not at all), mas porque uma das maiores alegrias que meus blogs públicos me proporcionaram foi ser descoberta, das mais diversas maneiras, por leitores que viraram amigos, muitos deles pessoais, daqueles que frequentam minha casa, que são parte da minha vida real.

Hoje, aqui na Coréia e ainda por cima com um blog privado, me sinto isolada, carente do convívio com os amigos no mundo real e no virtual. É estranho. Fui do 8 pro 80.

Mas isso tudo há de ser passageiro 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s