Concerto de Natal do Vivi

p1070757

Vivi, quase pronto 😛 (ele vai amar essa foto, #sóquenão rs)

E lá fomos nós, novamente, à Escola dos meninos, do outro lado da cidade, para assistir um concerto de Natal. Desta vez, estrelando o Vivi, que interpretou com pompa e circunstância seu personagem Ferris Wheeler, quer dizer, Ferris Whyler.

O concerto foi lindo!

p1070760

p1070765

As crianças muito bem ensaiadinhas no coral, as musiquinhas emocionantes e a cerejinha do bolo: Vivi atuando entre uma canção e outra. A mamãe aqui ficou toda prosa 🙂

Ele tava uma pilha, primeiro porque acho que fosse chegar atrasado, depois porque ficou com receio de esquecer suas falas. Mas no fim das contas, tudo deu certo e foi lindo. Lindo e emocionante.

p1070769

p1070777

Engraçado, porque achei o concerto do Nickito meio apagado, parecia estar faltando alguma coisa. Após assistir o do Vivi, descobri o que faltou: faltou o Nickito atuar! Ele ficou lá escondidinho, sem nenhum destaque, sem nenhuma fala. Tenho certeza que se ele tivesse atuado, eu teria me derretido toda e achado tudo lindo e perfeito. Sou passional? Não, imagina 🙂

p1070772

Mas voltando ao concerto do Vivi, my little boy deu um show e, modéstia à parte, foi o que melhor interpretou seu papel. Tá certo que o personagem ajudava, mas Vivisaurinho se empenhou e mostrou que nasceu pros palcos 🙂

Ah, quase esqueço, papai Mauricio teve participação especial, uma frase que teve que gritar lá do alto da balcony, onde estávamos sentados: “that’s my boy!”. O detalhe é que a voz praticamente não foi ouvida, rs, mas tudo bem, valeu a boa vontade 🙂

p1070785

Agora preciso encontrar acting classes in English pra ele, não só porque ele quer, mas porque eu vou adorar assisti-lo várias vezes, em vários papéis e não apenas no concerto de Natal 🙂

E para encerrar, uma foto do Nickito que estava todo malandrinho com seu visual bad boy 😛

p1070761

 

Apaguei as velinhas – quero dizer, a fogueira :P

p1070738

Três ponto nove. Taí, entrei no último ano da casa dos trinta (Jesuuuuuuuuixxsxssx!).

Meu aniversário este ano caiu numa quarta, bem no meio da semana e, como se não bastasse, choveu. E como se não fosse suficiente, tava uma friaca de lascar (não nasci para fazer aniversário no inverno, caramba!). E como se já não estivesse de bom tamanho, ainda estamos solitários na terra do Kimchi, sem amigos próximos (nem distantes, rs), então  saímos para jantar nós 4 mesmo.

Até aí, tudo ótimo, mas… o jantar foi um fiasco, rs. Nosso paraguaio favorito nos decepcionou bem no dia do meu aniversário – quem merece? Vamos ter que encontrar outro lugar para comer empanadas.

p1070733

p1070731

Mas tudo bem, o fim de semana chegou, ganhei um bolo delicinha (eu dei uma mãozinha, abafa o caso) e pude finalmente apagar minhas velinhas 🙂

p1070732

As celebrações deste fim de ano estão meia boca – que falta faz ter a família e os amigos por perto! – mas não tenho do que reclamar (só do frio, rs), aos poucos tudo vai se ajeitando, as peças vão se encaixando e a gente vai se adaptando à vida nova, afinal, o que importa mesmo é que estamos juntos, o que conta mesmo são as memórias que fabricamos nessa nossa vida totalmente fora da caixa, onde há lugar pra tudo, menos para a monotonia. Esta não se cria aqui nesta família 🙂

p1070736

Então, parabéns pra mim, nem tanto pelos meus 39 aninhos (caracoles!), mas por ter feito escolhas, ao longo dessa caminhada, que me conduziram ao lugar em que me encontro hoje. Não na Coréia, mas no meio dessa família linda e vivendo aventuras dignas de um livro (ou pelo menos de alguns blogs, rs).

Vida longa as nossas aventuras e a essa inquietação que não nos deixa criar raízes, mas nos faz ter o mundo como nossa casa.