Rapidinha – Quem sai aos seus não degenera

img_0496

Nick sai do quartinho dele, passa pela sala, entra no meu quarto, olha em volta e diz:

“mamãe, seu quarto está muito sem nada… que tal colocar uma shelf com uns grownup books aqui, uns quadros ali, umas mesinhas ao lado da cama, uma luzinha, umas almofadas… acho que vai ficar muito bom!”

Sim, sempre me deixo por último. Meu quarto é O cômodo da casa que ainda não sofreu nenhuma intervenção e se resume à cama (mentira, o office também tá lamentável e se resume a mesas, estante e bagunça).

Sim, seguirei o conselho do Nick.

Sim, filho de peixe, peixinho é.

E, por último, mas não menos importante, sim, ele é o meu cliente mais difícil.

Não que o Vivi seja fácil, é bem difícil também quando o “clientinho” não escolhe nada, acha que tá tudo bom, não dá dicas do que quer e me faz penar para adivinhar o que o fará feliz, mas ainda acho que o Nickito é pior: não aceita sugestões e é teimoso que só. Haja tato para negociar com meu eterno insatisfeito – até hoje me pergunta se o quarto dele “tá pronto mesmo”, tá sempre querendo enfiar algo mais naqueles pouco mais de 9 meros quadrados.

Um saiu à mãe o outro, ao pai. Ambos gostam de ter o quartinho arrumadinho, bonitinho, só que um é difícil de agradar e o outro prefere não opinar 😛 Os extremos.

Minha próxima intervenção não será o meu quarto, mas o office do marido, na universidade. Vejamos o que acontecerá.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s