passeio domingueiro: despretensioso e com uma cherry on top

p1070587

Após a programação festiva (#sóquenão) do sabadão, resolvemos sair de casa no domingo pra dar uma voltinha, ver as modas.

Mais uma vez, confiei ao marido a tarefa de descobrir onde ir / o que fazer, então já sabe, né? Saímos de casa meio sem rumo (tá, rumo a gente tinha, só não tinha ideia do que encontraria pra fazer, nem se encontraria alguma coisa).

Fomos para a região do Palácio (aquele que fomos noutro dia). Por quê? Só Deus sabe! rs

p1070574

O trajeto foi rápido e encontrar um lugar para estacionar foi bem fácil também (apesar do preço não muito convidativo de 1 dólar a hora).

Carro estacionado, nossa primeira tentativa foi visitar o museu de arte que estava… fechado (eu acho). Como assim, o museu fechado em pleno domingo? Pois é, estranhei também e agora, em retrospectiva, me pergunto, será que tava fechado mesmo, ou a gente é que papou mosca? =\

p1070577

p1070575

Mas tudo bem, tava rolando um Flea Market ao longo da via principal, então nem tudo estava perdido 😛

p1070583

Atravessamos o jardim do museu e, descendo as escadarias em direção à rua, notamos um amontoado de quinquilharias escada a baixo e eu brinquei: “taí, esta é a única instalação artística que veremos hoje” Só que mordi a língua antes de terminar a frase, e ao chegarmos no nível da rua, meu queixo caiu: era mesmo uma instalação maravilhosa do Bernard Pras que usa sucata, brinquedos, galhos, peças de roupa e todo tipo de tralha para criar instalações geniais. E cá entre nós, o que mais poderia se esperar ver nas escadarias de um museu de arte que não arte? 🙂

p1070580

p1070581

Agora me diz: que tipo de pessoa olha para um monte de quinquilharias amontoadas e não pensa logo que é uma arte genial? Te digo! O mesmo tipo que já viu uma série de instalações artísticas nonsense, de valor muito discutível, daquelas que o camarada fumou um baseado, tomou um chá de cogumelo e materializou sou inconsciente perturbado, rs.  Ah, gente, não é só porque chamam um bagulho de arte que eu acredito #nãosoudessas. Uma vez, uma amiga artista me disse que arte não tem conceito, que arte é uma manifestação sem explicação. Olha, pode até ser, mas tudo tem um limite nessa vida, viu?

p1070586

p1070589

p1070588

p1070590

Enfim, desculpe minha piada precipitada, Pras 😉 Três vivas para o trabalho incrível desse artista genial que coloriu meu domingão, porque ainda que não houvesse mias nada de bacana no dia, Bernardinho cuidou de salvá-lo.

Mas, para desespero do Vivi (que prefere ficar em casa), o passeio continuou. Fomos dar um rolé pelo mercado de pulgas e acabamos entrando num Museu que contava a história do  Rei mais revolucionário que a Coréia já teve (não sei se foi o mais revolucionário, mas que o cara estava zilhões de anos à frente de seu tempo, isso estava!) e, olha, foi bem interessante conhecer um pouco da rica história coreana. Cada vez mais entendo o orgulho que este povo tem de suas origens, de sua história. Que história fascinante, de luta, superação, determinação.

p1070591

Noutro dia volto para contar um pouquinho do que já aprendemos, senão este post não acaba hoje, rs

img_0427

E para encerrar nosso domingo fora, passamos na padaria do HomePlus express, a caminho do estacionamento, só para comprar um docinho pros meninos e saímos de lá uns 50 dólares mais pobres e com uma sacola apinhada de croissant, pãozinho disso, pãozinho daquilo e, atenção”: PÃO DE QUEIJO redondinho, igualzinho ao nosso brasileiro e, para alegria do marido, meus olhos de águia avistaram no cantinho de uma prateleira embaixo do caixa, uma uma porção de pacotinhos de Chessmen. Levamos 6. E esta foi the cherry on top 🙂 Passeio terminou e todos ficaram felizes: as crianças com o donut, eu com o pão de queijo e o marido com o achado do mês 🙂

Que venha a próxima semana que já vai começar com entrega da Ikea (yay!) e maratona no hospital (boo!).

A tristeza da semana que se inicia é que amanhã é 31 de outubro e não teremos trick or treat 😦 Os meninos estão inconsoláveis e eu, arrasada. Oh well… não se pode ter tudo na vida.

Em tempo: o passeio durou pouco porque o frio tá chegando com tudo! Ouvi dizer que esta semana teremos temperaturas abaixo de zero na madrugada. Deus me ajude a não deprimir durante este longo inverno que não tarda a chegar.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s