Alguém fez 39 – e não fui eu :)

img_0227Oficialmente, ainda é aniversário dele (no Brasil), meu amor, meu melhor amigo, meu companheiro em minhas maiores e melhores aventuras, pai dos meus dois maiores tesouros. Ele não faz o tipo romântico e fica pouco à vontade com demonstrações/declarações públicas de afeto (fiquei bem surpresa com o selfie rs), mas demonstra seu amor, seu carinho, seu cuidado, sua preocupação em cada gesto, em cada atitude. Ele que é de um caráter sem limite, de uma justiça ímpar. Ele que me apoia, que me entende e que me ama como eu sou. Sou muito grata à vida, a Deus, ao acaso, ao destino, ao alinhamento dos astros e à Patrícia, Rsrs, por ter possibilitado este encontro que vem gerando tantos frutos, tantas histórias, tanto amor. E é com esta demonstração pública de afeto, de admiração, de gratidão, que eu encerro minha declaração de amor, desejando a ele que não mede esforços para fazer sua família feliz, um feliz aniversário, um feliz ciclo novo. Parabéns, Mauricinho, parabéns meu amor! E obrigada por sempre nos dar o seu melhor. ❤️

img_0223

Ao contrário dos outros anos, neste não tivemos grandes celebrações com amigos (motivos: ainda não temos amigos, rs), nem  festinha, mas teve amor e um bolinho feito entre um afazer e outro, meio apressado, mas com muito carinho (e cobertura cremosa de limão). Teve também um passeio no World Cup Park, no fim da tarde, uma parque no alto do morro, com um jardim lindo, um labirinto (onde a gente se acabou de correr atrás das crianças), uma bela vista da cidade e muita, muita gente tirando fotos, uns com câmeras profissionais, outros com seus paus de selfie 🙂

A luz do sol poente estava linda, poética. Certamente é um lugar maravilhoso para uma sessão de fotos de família (tá anotado na agenda de desejos).

No final do passeio, eu e os meninos ainda nos arriscamos a andar descalços pelo caminho anti-estresse de pedrinhas. Teoricamente, caminhar sobre aquelas pedrinhas redondinhas ativa pontos importantes nas solas dos pés. Não chegou a ser relaxante, mas foi divertido e dolorido, rs

Ano que vem, espero conseguir voltar à programação normal e fazer festinhas para meus três meninos: o pequeno, o médio e o grande 🙂

A verdade é que, muito embora o marido sempre diga que não quer fazer nada, sempre espera que eu faça alguma coisa, rs e eu sempre faço alguma coisinha, mas este ano tá sendo dureza. Ainda nem sei onde encontrar as coisas, os ingredientes, as forminhas. Tô mais perdida do que cego em tiroteio. Mas não há de ser nada, ano que vem retomarei os trabalhos. Tenho aí um ano inteiro para me familiarizar com Seul 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s