Os últimos acontecimentos na minha vida coreana

img_0068

Apareceu a Margarida olê olê olá!

Dei uma sumida básica, mas voltei.

Sumi porque ando às voltas com os preparativos para a edição de primeiro aniversário da Oca. Tão às voltas, que até a arrumação da casa está em suspenso. Tão busy que ainda não fizemos nenhum passeio de verdade desde que chegamos aqui. Isso mesmo, de maneira inédita, estamos em terras coreanas há mais de um mês e não conhecemos um ponto turístico, uma atração, um nada. Tão não eu, não é mesmo?

Mas aqui estou. Voltei. Voltei para registrar as últimas, para deixar aqui pelo menos os highlights das últimas semanas. Então vamos lá:

Esta semana é feriado aqui na Coréia (Chuseok). Quer dizer, acho que o feriado mesmo é de quarta à sexta, mas no colégio eles resolveram enforcar a semana toda, ou seja, estaremos com as crianças em casa full time até o próximo domingo. Boa sorte pra quem tem uma Oca pra terminar 😛

img_0070

Ainda na sexta, fizemos uma pequena viagem até o outro lado da cidade para ir à Toys R Us comprar o presente de aniversário de um amiguinho do Vivi. Sim, fomos all the way só para comprar um presente de aniversário e gente, sério, Seoul é gigante! Ir de um canto a outro, mesmo de metrô, leva uma vida inteira. Aí você me pergunta: mas não podia ter comprado o presente numa loja aí perto de você? Até poderia, se eu soubesse onde procurar, rs. Por enquanto, estamos naquela fase de caminhos lusitanos, sabe? Então…

img_0074

Fizemos nossa viagem em pé no metrô, compramos o presente e terminamos a noite jantando no… no… no… Fridays! Quem diria que a Eriquinha iria jantar no Fridays e lamber os beiços, heim? Viver na Coréia muda a perspectiva de tudo na vida, rs. Aquela Erica que só gostava de restaurantes étnicos, agora fica felizona quando vê um americano, italiano, australiano… Brasileiro então nem se fala! rs

img_0077

Mas a cerejinha da noite foi a volta pra casa, com um taxista figura que se encantou com o Nick. Olhando pelo retrovisor, viu os olhões do pequeno e já abriu um sorriso perguntando, animado, o seu nome, ao que o pequeno respondeu: Nicolas. E o amigo taxista repetiu “Nicolácio!” daquele momento até em casa, repetiu Nicolácio umas 10 vezes, pelo menos! rs Deu bala pra crianças, tentou conversar com a gente (mesmo sem falar inglês), uma figura, rs.

img_0083

No sábado pela manhã, o vizinho de baixo bateu à porta para convidar o marido para ir às compras. Já não é de hoje que estão nos convidando para ir ao Costco, the place to buy, e até agora não fomos conferir a mina de ouro. Marido teve que recusar o convite tentador, porque a programação do dia girava em torno da tal da festinha de aniversário que, vou te contar, nos rendeu dois dias de programa de índio, rs. O detalhe foi que o vizinho nos alertou: “you better stock up because during the holidays the stores don’t open.” O pessoal aqui é meio desesperado, viu…

E lá fomos nós pegar uma taxi para Hannam-dong (bairro onde fica o colégio dos meninos). Gente, que viagem! Em pleno sábado de manhã, pegamos um mega trânsito e levamos quase uma hora num percurso que, sem trânsito (ou seja, de madrugada, rs), leva 25min. Pobres meninos que fazem esse percurso todo santo dia, para ir e para voltar do colégio.

img_0079

Deixamos o Vivi na escola e fomos almoçar. Adivinha onde? Num restaurante americano! Não, nem eu me reconheço mais. Terminado o almoço já era hora de buscá-lo. Aniversários aqui são como na Austrália, 2 horinhas e pronto.

Encerramos o dia com uma ida frustrada ao cinema. Frustrada porque não vimos filme algum. Aparentemente a internet mentiu pra gente e o filme que dizia estar passando não estava disponível. Fuén fuén fuén. O feriadão promete! rsrsr

Domingão é dia de quê? Mercado – na tentativa de finalmente conseguir fazer compras decentes que durem mais de 3 dias.

Ainda não foi desta vez.

img_0086

Novamente, gastamos mais de 300 dólares e de muito pouco adiantou.

Gente, é sério, só de entrar no mercado fico com enxaqueca, estressada, com vontade de sair correndo e gritando. Este mercado perto de casa (uns 2Km) tem algumas vantagens: 1. oferece alguns items internacionais; 2. entrega em casa (!!!), o que pra gente que ainda não tem carro é uma mão na roda. Mas são só essas as vantagens.

Vamos ao parágrafo das lamentações (como se os anteriores tivessem sido muito felizinhos, né? rs): a carne é caríssima! Percebemos hoje que a carne que temos comprado só pode ser de terceira, porque vimos uma bandeja premium, com dois pedaços de carne pela bagatela de 400 dólares – tem noção???

Isso faz até o resto parecer barato: um melão por 24 dólares, cada laranja por 2, cada banana por 1… Só não fica pior porque não existe variedade de fruta. Ah não, esqueci, o blueberry é mais barato que na Austrália (mas na Austrália é bem caro!) e o cogumelo também até que é em conta, mas a couve-flor? Jesustenhapiedade! Meia couve-flor custa 12, mesmo preço que paguei por 6 ameixas. Notem por favor que os preços são todos em dólar americano.

Dói o bolso, dói a cabeça.

E assim foi nosso final de semana-delícia-pré-feriado, hahaha (riso nervoso).

Mas nem tudo é desespero. Na segunda, fizemos um passeio bacana e subimos até o topo da montanha que fica aqui atrás. As crianças reclamaram, claro, mas foi legal. Respiramos um ar mais puro e fizemos algum exercício.

p1070131

p1070132

O que tem me frustrado um pouco é que ainda não começamos a curtir a cidade, não conhecemos nada, não fomos a lugar nenhum. Até sei que tenho muito a conhecer e já tenho até uma listinha que gostaria de cumprir antes da friaca se instalar, mas não é tão fácil quanto parece, especialmente quando se tem uma Oca para cuidar e uma casa ainda para montar (já falei que meus quadros todos estão por pendurar? que o armário da cozinha não fecha? que temos cortinas e prateleiras por instalar? coisas da Ikea para trocar? Carro para comprar? Pois é).

p1070135

p1070139

Hoje já é quarta e faltam apenas 8 dias pro aniversário do Nickito. Acordei já fazendo um bolo para testar o forno e adivinha? Apesar de pequeno ele é o melhor que já tive!!!! Assa que é uma beleza! É de uma uniformidade ímpar, graças à bandeja giratória. Mordi a língua e tô feliz! Coréia acaba de ganhar o primeiro ponto! Ah não, minto! Este foi o segundo. O primeiro fica por conta do leite que apesar de caro é muito bom (não que eu deva beber leite de vaca, né?), faz até nata grossa ao ferver (já falei que ainda estamos vivendo sem microondas? esquentando leite na panela? pois é).

Bom, e se assei bolo foi porque encontrei farinha e fermento, né? Então, a vida, aos poucos, vai entrando na linha.

p1070143

Ah, só pra encerrar este longo post: Hoje fomos almoçar no Brasileiro novamente. Comemos até não aguentar mais (rodízio é fogo, né?) e conhecemos uma família de brasileiros que chegaram faz 3 meses e uma portuguesa que mora aqui há 1 ano. Saímos de lá com a promessa de vários mapas da mina 🙂 Inclusive de onde encontrar carne australiana de primeira por um preço mara. Gente, há esperança! 🙂

Bom, vou ver se consigo escrever com mais frequência, para evitar posts infinitos com este.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s